terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Amy Winehouse e os seus tesourinhos









E eis que ontem finalmente, e para bem de mim e de todos os fãs, foi lançado em todo o mundo o álbum póstumo de Amy Winehouse “Lioness: Hidden Treasures”. Nada melhor que este álbum para Amy voltar a reviver.

Foi com um prazer enorme que já ouvi e voltei a ouvir este álbum. Parecem-me um pouco descontextualizados os vários temas e é evidente a luta para juntar os remendos que fazem este disco. É claro que não é o Back to Black mas mesmo assim acho uma selecção interessante, que representa o trabalho dela ao longo dos anos e até mesmo dos seus gostos musicais. É digno da Amy que espero que seja lembrada para sempre com a sua voz única! Doente, mas todos reconhecem o seu talento.



O álbum tem 12 temas, entre inéditos, canções nunca antes editadas e versões, escolhidas pelos produtores Mark Ronson e Salaam Remi, com quem Amy Winehouse estaria a preparar um novo disco, em conjunto com a família Winehouse e a editora Island Records.

Nos meus temas de eleição deste álbum está "Valerie", “Our Day Will Come”, versão reggae de um tema dos anos 1960 e gravado por Amy Winehouse em 2002, "A song for you", que a artista gravou quando estava sob o efeito das drogas em 2009, “The Girl from Ipanema” (Garota de Ipanema) a primeira canção que Amy Winehouse cantou em 2002, então com 18 anos onde se nota a ainda não muito grave voz de Amy, não tão grave e forte como estamos habituados a ouvir mas igualmente única e com toques característicos da cantora, e claro, “Body & Soul” um dueto com Tony Bennett e a última gravação que Amy fez antes de morre. Ao fim ao cabo são quase todos, sou fã o que se há-de esperar..

Adoro, adoro, adoro, um dia ainda havemos de falar do styling da menina!


Love,i

Sem comentários:

Enviar um comentário